Sábado, 18 de Maio de 2024
19°C 34°C
Pontes e Lacerda, MT
Publicidade

Justiça obriga Alcino Barcellos a respeitar jornada dos professores de Pontes e Lacerda

O Juiz da 2ª Vara Cível de Pontes e Lacerda determinou que prefeito e secretária de educação adequem a jornada do professor ao que diz o texto da lei federal 11.738

24/04/2024 às 08h29
Por: Nailton Alves Fonte: Sinfppel
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Juiz da 2ª Vara Cível de Pontes e Lacerda determinou que prefeito e secretária de educação adequem a jornada do professor ao que diz o texto da lei federal 11.738

Em ação de mandado de segurança, o SINFPPEL – Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Pontes e Lacerda, consegui medida liminar para que o Município respeite a correta distribuição da jornada do professor em no máximo 2/3 com os educandos e o restante, 1/3 para as atividades extraclasses, sem contato com alunos.

O Município, em flagrante violação da Lei Federal, determinava que os professores utilizassem 4h da jornada extraclasse para os trabalhos de reforço escolar, suprimindo a jornada de hora-atividade de 10 para 6h semanais. A ação mandamental foi proposta atendendo as reclamações dos professores filiados ao SINFPPEL que estavam sendo coagidos a laborar em horários fora do horário escolar dando suporte aos alunos com dificuldades no aprendizado.

Para o presidente do SINFPPEL, o reforço escolar é de suma importância, porém, o professor não pode ser sacrificado em sua jornada destinada a hora-atividade. Segundo ele, a Lei Federal estabelece que o professor deve dedicar no máximo 2/3 de sua jornada para os trabalhos com os educandos. Isso significa que o reforço escolar deve estar inserido nesse quantitativo de 2/3.

Em sua defesa, o Município manifestou que o acompanhamento de alunos com dificuldades de aprendizagem está baseado em Legislação Municipal na qual o professor deve usar 4h de sua hora atividade para as aulas de reforço.

O Magistrado entendeu que a lei federal deve prevalecer sobre a lei municipal que não tem força normativa de alterar a lei federal que estabelece a divisão da jornada do professor em 2/3 e 1/3.

Segundo o Advogado do SINFPPEL, Dr. Ronaldo Queiroz Garcia, o Município não pode se furtar do cumprimento da lei federal. Disse ainda que o SINFPPEL é o sindicato de representa a categoria dos professores da rede municipal e este se sobrepõe a qualquer outro, mesmo sobre aquele de abrangência estadual.

Segundo ao Advogado, “o mandado de segurança é um remédio constitucional para proteger direito líquido e certo ato ilegal ou abusivo de autoridade política”.

Este triunfo não só marca um avanço significativo na preservação dos direitos trabalhistas dos professores, mas também reforça o merecido reconhecimento à categoria.

✅ Clique aqui para participar do nosso grupo no WhatsApp, e receba as notícias na palma da sua mão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Pontes e Lacerda - MT
Sobre o município
Pontes e Lacerda é um município brasileiro do Estado de Mato Grosso. Localiza-se a 450 km de Cuiabá. Possui uma área de 8.423 km² e sua população, conforme estimativas do Censo de 2022, é de 52,018 habitantes.
Ver notícias
Pontes e Lacerda, MT
21°
Parcialmente nublado

Mín. 19° Máx. 34°

21° Sensação
0.69km/h Vento
85% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h12 Nascer do sol
06h35 Pôr do sol
Dom 32° 21°
Seg 28° 18°
Ter 32° 15°
Qua 36° 18°
Qui 34° 21°
Atualizado às 04h05
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,10 +0,00%
Euro
R$ 5,56 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 364,005,96 +0,58%
Ibovespa
128,150,71 pts -0.1%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias