Quarta, 19 de Junho de 2024
18°C 35°C
Pontes e Lacerda, MT
Publicidade

Polícia Civil orienta o que fazer em caso de transferências e/ou pagamentos de valores decorrentes de crimes

A Polícia Civil de Mato Grosso informa aos cidadãos sobre o que fazer quando perceberem que foram vítimas de crimes que impliquem na transferência de dinheiro via PIX, TED e/ou pagamento de boletos.

24/05/2024 às 08h58
Por: Nailton Alves Fonte: Polícia Civil
Compartilhe:
Imagen Ilustrativa
Imagen Ilustrativa

A Polícia Civil de Mato Grosso informa aos cidadãos sobre o que fazer quando perceberem que foram vítimas de crimes que impliquem na transferência de dinheiro via PIX, TED e/ou pagamento de boletos. Sendo que, caso o cidadão aja rápido, pode ser que seja possível recuperar totalmente ou parcialmente os valores transferidos.

Continua após a publicidade
Anúncio

1) Ligue no telefone 0800 ou similar da instituição financeira (banco físico ou virtual, cooperativa, instituição de pagamento etc.), de cuja conta foi realizada a transferência ou pagamento para os criminosos e conteste a transação para fins de reembolso;

2) Verifique se, no aplicativo bancário, há a funcionalidade de contestar transferência ou pagamento efetuado, e conteste-o;

Continua após a publicidade
Anúncio

3) Registre o boletim de ocorrência e informe os detalhes do fato (exemplo: site ou perfil de rede social utilizado pelos criminosos, contas bancárias e/ou chaves PIX indicadas etc.)

4) Pode ser feito o pré-registro do boletim de ocorrência por meio do site da delegacia virtual por meio do link a seguir:

https://portal.sesp.mt.gov.br/delegacia-web

5) Compareça, presencialmente, à agência da instituição financeira na qual possui a conta para apresentar o boletim de ocorrência ao gerente da conta com o fim de:

  • abrir o “Mecanismo Especial de Devolução” – MED (nos casos de PIX); ou

  • registrar a contestação administrativa para a repatriação de valores (nos casos de TED, pagamento de boletos etc).

O Banco Central do Brasil informa sobre os seguintes prazos para:

  • registrar o pedido de devolução, é de até 80 dias, contados da data em que fez o PIX;

  • receber o dinheiro de volta (integral ou parcialmente), é de até 96 horas se houver a disponibilidade de valores na conta do suspeito;

ATENÇÃO!!! No caso de PIX realizado por engano para conta diferente da que se pretendia e caso haja negativa e/ou demora para a devolução do valor pelo próprio beneficiário, orienta-se o cidadão a registrar o boletim de ocorrência, ante a possível ocorrência do delito de apropriação de coisa havida por erro (Art. 169, do C.P.). Sendo que, logo após, o cidadão deverá entrar em contato com a instituição financeira na qual possui conta para comunicar o fato criminoso e contestar a transação para providências administrativas cabíveis..

Acesse e siga o perfil de Instagram @policiacivil_mt para ver estas e outras orientações de modo ilustrado. Clique no link a seguir:  https://www.instagram.com/policiacivil_mt/?hl=pt

✅ Clique aqui para participar do nosso Canal no WhatsApp, e receba as notícias na palma da sua mão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Pontes e Lacerda, MT
20°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 35°

20° Sensação
0.64km/h Vento
62% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h22 Nascer do sol
06h35 Pôr do sol
Qui 36° 19°
Sex 38° 19°
Sáb 37° 19°
Dom 38° 20°
Seg 38° 21°
Atualizado às 02h05
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,03%
Euro
R$ 5,84 +0,05%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,03%
Bitcoin
R$ 376,671,60 +0,52%
Ibovespa
119,630,44 pts 0.41%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias